was successfully added to your cart.

A canela

A canela (Cinnamomum sp) pertence à família Lauraceae, existindo aproximadamente 250 espécies distribuídas na China, Índia e Austrália. Os óleos aromáticos estão presentes nas folhas e na casca. A especiaria é obtida da parte interna da casca do tronco.

Ela ocupa um lugar especial no mundo das especiarias, e seu nome científico cinnamomum possuiu origem da indonésia, kayu manis, que significa “madeira doce”. Conhecida desde 2.500 anos a.C. pelos chineses, possuía mais valor do que o ouro.

Post Relacionado: Receita: Panqueca LowCarb

Propriedades farmacológicas da canela

A canela atua como estimulante, aromático, anti-inflamatório (utilizado em quadros gripais), digestivo, carminativo (contra gases), anti-espasmódico (contra cólicas), miorrelaxante, inibidor da formação da placa bacteriana dental, inflamações de mucosa oral, ascaricida, emenagogo (promove contrações uterinas). Além disso, apresenta outros benefícios como estímulo termogênico (relacionado ao emagrecimento), atividade antibacteriana, antifúngica, antioxidante e hipoglicemiante.

Um estudo de 2007 observou a atividade antibacteriana do óleo volátil das cascas e folhas da Cinnamomum verum frente às cepas de algumas bactérias. O estudo demonstrou diferença quantitativa nos perfis inibitórios pelos diferentes óleos, sendo o óleo das cascas mais efetivo que o óleo volátil obtido das folhas. Um outro estudo de 2012 demonstrou, ainda, atividade antibacteriana frente à Acinetobacter spp., uma bactéria gram negativa multirresistente a vários agentes antimicrobianos. Outros estudos também já provaram, in vitro, a atividade antifúngica do óleo volátil de canela sobre as cepas de Candida sensíveis e resistentes ao fluconazol. [1]

Pesquisas também demonstram a capacidade antioxidante e a atividade de eliminação de radicais livres do extrato metabólico das folhas de Cinnamomum verum. O extrato de canela exibe significativa atividade antioxidante em seres humanos. Sendo assim, a canela, a qual é utilizada como um agente aromatizante em alimentos ou chá, pode atuar como um potente antioxidante, podendo ser utilizada em indivíduos que têm doenças relacionadas ao estresse oxidativo. [2]

Efeitos da Canela nos Componentes da Síndrome Metabólica

Uma pesquisa feita em 2006 verificou exames bioquímicos (glicemia de jejum e perfil lipídico), peso e composição corporal, registro alimentar de 3 dias no início e no final do período de suplementação com canela e verificou a pressão arterial de 0, 6 e 12 semanas. Foi solicitado para os participantes não alterarem a dieta e atividade física. Nesse estudo não ocorreram alterações significativas nos exames bioquímicos, entretanto, ocorreu redução na gordura corporal e consequente emagrecimento, além de um aumento da massa magra no grupo suplementado, melhorando a composição corporal em homens e mulheres com síndrome metabólica. Os autores sugerem que esta especiaria pode ser utilizada para reduzir fatores de risco de doenças crônicas como a diabetes e doenças cardiovasculares.[3]

Benefícios da Canela

Mais evidências científicas dos benefícios

Um ensaio clínico randomizado foi realizado em 2003, com homens e mulheres portadores de Diabetes Tipo 2 que não estavam utilizando insulina e com nível de glicose 140 a 400 mg/dl. Após 40 dias os autores observaram que o tratamento com canela melhorou os níveis séricos de glicose e o perfil lipídico significativamente e estes foram mantidos durante 20 dias, concluindo que a utilização de canela nas doses utilizadas no estudo pode colaborar na redução dos fatores de risco associado ao Diabetes Mellitus e doenças cardiovasculares, sendo alguns destes principais fatores a obesidade e a diminuição da tolerância à glicose. Os autores referem que não foi observado problemas associados à ingestão de ≤6g de canela por dia. [4]

Um outro estudo de 2010 observou redução significativa da HbA1c (marcador dos níveis séricos de glicose no sangue), da pressão diastólica e sistólica no grupo em que ingeriu o suplemento de canela, sugerindo que esta suplementação pode ser considerada como uma boa opção adicional na dieta regular juntamente com os medicamentos convencionais para o tratamento do DM2. [5]

A canela tem em sua constituição um forte antioxidante como o eugenol, um composto fenólico (4-alil-2-metoxifenol), cuja eficácia já foi comprovada tanto in vitro como in vivo. Isso acontece devido à presença de flavonóides, catequinas e outros compostos fenólicos já relatados na literatura como capazes de inibir os radicais livres presentes no organismo.

Os polifenóis encontrados na canela, portanto, podem levar a melhorias nos componentes da síndrome metabólica e diminuir o risco de fatores associados com diabetes e doenças cardiovasculares.

Benefícios e Consumo

Estudos em animais e humanos, envolvendo indivíduos com a síndrome metabólica, Diabetes Mellitus tipo 2 e síndrome dos ovários policísticos, demonstram os benefícios da utilização da canela e extratos aquosos de canela, relacionados à glicose, insulina, lipídios e antioxidantes.

Também podem ocorrer efeitos na composição corporal como emagrecimento e na resposta inflamatória. Todos esses efeitos podem ocasionar redução dos fatores de risco associados ao diabetes e doenças cardiovasculares, consequentemente diminuição da incidência destas doenças.

O consumo de algumas espécies de canela, portanto, pode ter efeitos benéficos na prevenção e manejo de doenças cardiovasculares, hipertensão, câncer e envelhecimento e DM2 devido a suas propriedades antioxidantes.

Eu costumo utilizar a canela em pó em várias receitas, em frutas e até mesmo no café. Acaba sendo uma estratégia para acelerar o metabolismo, reduzir o índice glicêmico e aproveitar todos os benefícios da especiaria. Também costumo consumir o chá de canela em casca (ou canela em pau), e uma ótima dica é prepará-lo com o gengibre! O sabor fica incrível e você acaba obtendo efeitos sinérgicos anti-inflamatórios, hipoglicemiantes, antioxidantes, termogênicos, bactericidas e outros.

A canela é um dos super ingredientes do SuperCoffee. Caso você ainda não tenha incluído a canela diariamente na sua rotina, sugiro que comece hoje mesmo. Optar pelo SuperCoffee é uma ótima maneira de começar! Assim, você pode usufruir não apenas de todas as propriedades benéficas da canela- abordadas acima-, mas de todo blend de ingredientes funcionais que trazem benefícios como emagrecimento, concentração, foco e energia, que tornam o SuperCoffee tão especial, saudável e delicioso (eu garanto)!

Post Relacionado: SuperCoffee: O que é, Ingredientes, Benefícios e Como Fazer

Referências

  1. OUSSALAH, M et al. Inhibitory eVects of selected plant essential oils on the growth of four pathogenic bacteria: E. coli O157:H7, Salmonella Typhimurium, Staphylococcus aureus and Listeria monocytogenes Food Control, v. 18, p. 414-420, 2007.
  2. MATHEW, S.; ABRAHAM, E. In vitro antioxidant activity and scavenging effects os Cinnamomum verum leaf extract assayed by different methodologies. Food and Chemical Toxicology v. 44, p. 198- 206, 2006.
  3. ZIEGENFUSS, T.N et al. Effects of a water-soluble cinnamon extract on body composition and features of the metabolic syndrome in pre-diabetic men and women. J Int Soc Sports Nutr., v. 3, n 2, p.45-53, 2006.
  4. KHAN, A et al. Cinnamon improves glucose and lipids of people with type 2 diabetes. Diab Care, v. 26, n. 12 , p. 3215-3218, 2003.
  5. AKILEN, R et al. Glycated haemoglobin and blood pressure-lowering effect of cinnamon in multiethnic Type 2 diabetic patients in the UK: a randomized, placebo-controlled, double-blind clinical trial. Med., v. 27, p. 1159–1167, 2010.

 

Társila Machado

Author Társila Machado

Amante da vida em equilíbrio e movida por um desejo irrefreável de despertar a alta performance no maior número possível de pessoas. Com base em pesquisas e estudo contínuo, acredita que a integração entre corpo, mente e espírito é a chave mestre para alcançar maiores níveis de evolução pessoal, saúde e sucesso nas diversas áreas da vida.

More posts by Társila Machado

Leave a Reply